O site da Família O'Melete utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Escolha do Parto

Escolha do Parto

Escolha do parto é algo muito difícil para a maioria das grávidas. Tenho acompanhado alguns grupos de mamães de primeira viagem no Facebook, e percebi que esse assunto é motivo de sofrimento, medo e ansiedade para muitas mulheres.

Então pensei em compartilhar como foi pra mim fazer essa escolha, quem sabe minha experiência possa ajudar a acalmar algumas gravidinhas por aí, né?! Vamos lá!

Cesárea: com certeza!

Logo que descobri a gravidez, tinha certeza que faria cesárea, apesar de morrer de medo da tal anestesia peridural.

O parto normal não tinha nada de normal para mim. Sempre que assistia algum vídeo de parto, ficava chocada! Vendo aquelas mulheres se contorcendo de dor, berrando, urrando… Eu pensava: “Gente, isso não é de Deus, não pode ser normal!”.

E o medo das coisas não voltarem aos seus devidos lugares após a passagem do bebê também me assustava muito. É, tô falando da “pepeca”, ok!?!? hehehe

Mas, meu marido me convenceu a pensar sobre o assunto! Disse que a decisão era minha e que me apoiaria independentemente de minha escolha, afinal, era eu quem passaria pelo perrengue.

Só me fez um pedido: antes de tomar qualquer decisão, que eu pesquisasse os prós e contras das opções que tinha. E ele deixou claro que era a favor do parto normal.

Claro que na hora eu falei: “Você é a favor do normal porque não é com você, né?!” Mas prometi pesquisar.

Mudando de ideia: escolha do parto

Pois bem, eu pesquisei, conversei com mulheres sobre suas experiências e cheguei à conclusão que não era eu quem tinha que decidir isso! E sim minha bebê!

Percebi que um parto normal seria a melhor opção para nós duas, mas também vi que em alguns casos a cesárea é indicada, então desencanei e deixei rolar.

Resolvi me preparar para um parto normal, fisicamente e psicologicamente. Mas, se na hora “H” fosse necessária alguma intervenção (anestesia ou indução) ou a médica me falasse que, por algum motivo, seria melhor fazer uma cesárea, eu faria numa boa, sem frustração.

E nunca mais pensei no assunto! Foquei minhas pesquisas em como poderia me preparar melhor para o parto, quais exercícios fazer, técnicas de respiração, alongamentos, enfim, queria ter certeza que estava fazendo o possível para facilitar as coisas.

O Parto Surpresa

Até que um belo dia, quase um mês antes do previsto, a bolsa estourou, detalhe: no dia do chá de fraldas!!! E toda a preparação que eu fiz valeu a pena!

O parto aconteceu de forma muito natural. Não sei bem quando começa o trabalho de parto, mas da hora que a bolsa estourou até o nascimento, foram 4 horas. Mas o relato de como foi o parto fica para outro momento!

Porém, posso garantir que foi a experiência mais incrível que eu já vivi e que faria tudo novamente.

Então, se você está grávida e sofrendo com medo da hora do parto, não sofra! Pesquise sobre suas opções, pense com calma, e lembre-se que você não precisa tomar uma decisão definitiva.

Converse com seu médico e veja sempre a possibilidade de mudar a escolha do parto na hora “H”.

Você e seu bebê são os protagonistas desse ato, aproveite e curta cada segundo único desse momento mágico e emocionante!

Se precisar conversar, estamos aqui pra te ouvir, nos mande um e-mail: [email protected] ou através da nossa fanpage: @Família O’Melete

Beijos no coração!

Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE